Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

segunda-feira, 28 de março de 2011

REPORTAGEM DO FANTÁSTICO MOSTRA POLICIAL PEDINDO PROPINA EM NATAL

Pelo terceira vez no ano, Natal e o Rio Grande do Norte voltam a aparecer de forma negativa no programa Fantástico, da rede Globo de Televisão. Depois da matéria sobre delegacias e outra sobre a exploração sexual, agora foi a vez de um ato de corrupção policial, durante a matéria sobre venda de drogas na beira das estradas federais do país. O Fantástico percorreu 9,7 mil quilômetros, do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte, dentro de um caminhão. E flagrou imagens de prostituição, corrupção de policiais e tráfico de drogas. Em Natal, O carro em que viaja parte da equipe global foi parado num posto da Polícia Rodoviária Estadual, na via costeira. "O PM fala que seremos multados por causa dos vidros escuros. Sem saber que se trata de uma reportagem, o policial pede ao nosso motorista que o acompanhe", narra o repórter. A partir daí, a equipe grava a conversa. Dentro da cabine, o policial, sem saber se tratar de uma reportagem, pergunta a equipe da TV de onde eles são. Depois, ele pede a propina. "Vou quebrar seu galho, você desenrola aí", indaga o PM. No fim, a equipe global paga R$ 15,00 e é liberada. O policial coloca o dinheiro no bolso. O Fantástico encaminhou a denúncia às autoridades do Rio Grande do Norte. “Ele vai ter o direito da ampla defesa e do contraditório e no final, será dado o veredito pelo comando da corporação”, disse o comandante geral da PM no Rio Grande do Norte, o Coronel Francisco Araújo, ao programa. Veja abaixo o diálogo gravado pela Globo Policial: São de onde? Repórter: De São Paulo. Eu sou turista. Dentro do posto, ele pede propina. Policial: Vou dar um jeito aqui para quebrar seu galho, entendeu? Repórter: Tá bom. Policial: Você desenrola ai? Repórter: Quanto que é o café? R$ 15 tá bom? Policial: Tá. 

Fonte : DN Online

0 Comentário - Deixe seu Comentário: