Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

sábado, 26 de março de 2011

OSVALDO PEREIRA É CONDENADO A 40 ANOS DE PRISÃO.

Por volta das 0h10 depois de longas explanações do promotor do Ministério Público e do advogado de defesa do réu Osvaldo Pereira de Aguiar, acusado da morte da menina Maísla Mariana, os jurados decidiram e a juíza Ana Karyne pronunciou a sentença de culpa de Osvaldo e sua condenação em 40 anos de prisão em regime fechado. 


Com a decisão, o advogado de defesa Marcos Alânio afirmou que irá recorrer do julgamento. Osvalso foi condenado por 27 de prisão por homicidio qualificado, 10 anos por atentado violento ao pudor e 3 anos por degradação e ocultação de cadáver, somando a pena final de 40 anos. 

Os pais de Maísla estiveram presentes no juri em todos os momentos desta sexta-feira, após a decisão demonstraram alivio e a mae disse, "Osvaldo esse é o deus que eu sigo e você vai pagar". No único momento que falou Osvaldo disse, "Voce vai ver no julgamento lá de cima"
Após os últimos testemunhos dos peritos, o promotor José Hindemburgo e o advogado Marcos Alânio promoveram os debates com argumentos de acusação e defesa respectivamente, apresentando laudos técnicos do Itep, fotos e argumentos para convencer os jurados. 

Em seguida a juíza convocou o jurados para a sala secreta, onde por aproximadamente uma hora eles votaram e definiram a sentença. Não foi informado o número de votos favoráveis a condenação.
Logo após o julgamento, a mãe de Maisla, Marisa, comemorou enquanto toda plateia estava em silêncio. "Esse é o Deus que eu sigo". E, pela primeira vez, Osvaldo respondeu: "Você vai ver no juízo final".
Já com outras condenações, Osvaldo Pereira segue para Alcaçuz onde permanecerá preso.
O nosso blog acompanhou passo a passo do caso, levando todos os detalhes desse julgamento  onde,  Osvaldo Pereira de Aguiar, foi condenado a 40 anos de prisão em regime fechado. 

Por Hitamir Ramos
Com informações do DN

0 Comentário - Deixe seu Comentário: