Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

quarta-feira, 2 de março de 2011

HÁ 15 ANOS, O BRASIL PERDIA O GRUPO MAMONAS ASSASSINAS

Há exatos 15 anos, o Brasil perdia uma de suas bandas mais carismáticas: os Mamonas Assassinas. O grupo, que chegou ao fim após um trágico acidente aéreo no dia 2 de março de 1996, conquistou o país com suas letras cômicas e apresentações irreverentes.

Durante a trajetória meteórica, com apenas um álbum lançado, em 1995, os músicos Dinho (vocal), Bento Hinoto (guitarra), Júlio Rasec (teclado), Samuel Reoli (baixo) e Sérgio Reoli (bateria) emplacaram quase todas as suas músicas nas paradas de sucessos, entre elas os hits "Pelados Em Santos""Robocop Gay","Sabão Crá-Crá" e "Vira-Vira".

Em homenagem aos 15 anos de morte de uma das bandas mais emblemáticas da década de 1990, a produtora Tatu Filmes lançará o documentário "Mamonas, Pra Sempre", que conta a trajetória do grupo desde os tempos em que tocava covers, ainda com o nome de "Utopia".

Concluído desde 2009, ano em que foi exibido na Mostra de Cinema de São Paulo e no Festival CineMúsica de Conservatória, o filme será lançado oficialmente no dia 27 de maio.

Além do documentário, os Mamonas Assassinas ganharão, também, um longa-metragem intitulado "Mamonas, De Muvi", ainda sem data de lançamento.



Texto : Hitamir Ramos

Assista ao trailer de "Mamonas, Pra Sempre":

                                     

Hitamir Ramos : Nunca senti tanto a morte de artistas como a desses caras... Mais ainda pelo modo trágico. Muitos, na época, diziam que foi castigo divino porque eles só trouxeram imundície à músicas, aos jovens - eu ainda sou um deles - que não acrescentaram nada à cultura etc, etc, etc... Puro preconceito e/ou medo pois eram músicos muito competentes, precisos e talentosos. Mudaram o panorama musical da época e, mesmo quem não tinha idade para falar sequer, até hoje entende e gosta do que ficou. Ficou! É isso! Existem bandas covers em todo canto e fazem sucesso ao longo desses anos todos. Mais um exemplo de julgamento apenas preconceituoso sobre o que é ou o que não é cultura. Continuamos curtindo sua comédia e sons variados.

0 Comentário - Deixe seu Comentário: