Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

segunda-feira, 28 de março de 2011

EX-PREFEITO DE SANTANA DO SERIDÓ É ACUSADO DE QUERER BURLAR RELATÓRIO DA CGU

O ex-prefeito de Santana do Seridó, Hudson Pereira, PSB, foi acusado pelo ex-prefeito Ronaldo Soares (PR), de estar trabalhando em Brasília para burlar um relatório da GGU que constata um desvio de R$ 2.862.277,31 de um total de R$ 5.263.354,60 repassados pelo Ministério da Integração aos cofres da Prefeitura do Assu para as obras de emergências em junho de 2009.
Hudson Pereira que é pré-candidato a prefeito do município nas eleições de 2012 e sempre foi uma espécie de braço direito do ex-governador Iberê Ferreira de Sousa, foi apontado também pelo ex-prefeito do Assu, como mentor da articulação para trazer a Assu dois funcionários do Ministério da Integração Nacional: Humberto e Lurdinha, para ‘aprovar um relatório falso da Prefeitura do Assu’.
De posse de um relatório da Controladoria Geral da União em que os técnicos e auditores constatam as irregularidades praticadas com o dinheiro que veio do Ministério da Integração Nacional, o ex-prefeito Ronaldo Soares (PR), acusou o atual prefeito do Assu Ivan Júnior (PP), entre outras irregularidades, de ter pago pela construção de uma adutora que não foi feita.
O ex-deputado e ex-prefeito Ronaldo Soares anunciou hoje que vai entregar ao Ministério Público Federal, os sete volumes da prova do desvio de R$ 2.862.277,31 (dois milhões e oitocentos e sessenta e dois mil e duzentos e setenta e sete reais e trinta e um centavos), para que a Justiça Federal possa identificar as empresas que trabalharam para a Prefeitura e desviaram essa fortuna.
Ele conta que 22 pessoas foram prejudicadas com o desvio e cita o caso de uma que tinha o direito a R$ 4.900,00 e a Prefeitura do Assu aplicou apenas R$ 476,00 na reforma da casa dessa pessoa. “Quem foi que levou essa diferença?” Indagou Ronaldo. ”Vou defender os que foram enganados”, finalizou.

Fonte: Valderi Tavares

0 Comentário - Deixe seu Comentário: