Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

quinta-feira, 24 de março de 2011

CASO MAÍSLA : UM CRIME QUE CHOCOU O RIO GRANDE DO NORTE SERÁ JULGADO NESTA QUINTA-FEIRA

O crime que chocou o Rio Grande do Norte em maio de 2009 será julgado nesta quinta-feira (24), em Natal. O ambulante Osvaldo Pereira Aguiar, 56 anos, sentará no banco dos réus do tribunal do Fórum Miguel Seabra Fagundes, em Lagoa Nova, para ser julgado pelo assassinato da estudante Maísla Mariano de Moura Santos, 11. 
No hotsite, uma cronologia detalhada relembra a ordem dos acontecimentos durante todo o processo. Além disso, a página traz vídeos com o advogado de defesa, Marcos Alânio, com a titular da Delegacia da Criança e do Adolescente, Adriana Shirley, e com o promotor do caso, José Hindemburgo. 

A mãe de Maísla, Marisa Mariano de Moura, também deu o seu depoimento e falou emocionada sobre a expectativa do julgamento."A nossa vida mudou da água para o vinho, muita tristeza e a saudade que aumenta principalmente nesses dias de angústia que vivemos antes do julgamento, onde vamos relembrar a tragédia", afirmou.
Caso Maísla: Juíza define regras para julgamento de Osvaldo; veja fotos 

A página especial está disponível a partir de hoje no do site http://www.dnonline.com.br/nav/caso_maisla/index.php. Durante o julgamento, os internautas podem participar enviando comentários.

Caso
Osvaldo Pereira está sendo acusado de raptar a criança no bairro de Jardim Lola, quando ela voltava para casa, levá-la até a sua casa no bairro de Igapó, estuprado-a, assassinado-a a facadas, esquartejado o corpo e escondido o cadáver em diferentes terrenos baldios próximos de onde morava. Esse crime brutal teria sido motivado por vingança contra a mãe da garota, Marisa Mariano, que tinha uma rixa com o acusado.

Maísla Mariano desapareceu no bairro de Jardim Lola, em São Gonçalo do Amarante, região
 metropolitana de Natal, por volta do meio-dia. Ela tinha ido deixar o almoço do pai, o feirante Nerivan dos Santos, que trabalha em uma banca na Avenida Tomaz Landim, próxima ao complexo viário da Zona Norte, e retornava para casa. Na última vez em que foi vista, a menina tinha passado em frente ao posto de saúde do bairro empurrando sua bicicleta, que estava com a corrente quebrada, e carregando uma sacola com produtos descartáveis.
Por Marcela Cavalcanti 
Fonte : DN ONLINE 

3 Comentário - Deixe seu Comentário:

Anônimo disse...

e pensar que um canalha desse pode está na rua por causa desse justiça de hoje em dia , num vale nada !!

Anônimo disse...

Maísla era uma menina muito inteligente cheio de esperança ,mais que teve sua vida tirada de forma covarde e brutalidade .

Justiça disse...

Assassino covarde