Últimas notícias, matérias ,fotos de Parelhas e Região com Macos Silva

Seja um de nossos seguidores

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN

Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5  - Aproveite 84 9967-8543 Parelhas RN
Classificados: Notebook Samsung Intel® Core® i5 - Aproveite 84 9967-8543 De: R$ 1.898,00 Por: R$ 1.598,00 Parelhas RN

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

NOMEADO NOVO DELEGADO PARA INVESTIGAR MORTE DE F. GOMES


O Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (10) divulgou a nomeação de um novo delegado para assumir a investigação do assassinato do jornalista Francisco Gomes, F.Gomes. Através da portaria nº 010/2011, o delegato Márcio Delgado Varandas foi nomeado para o caso. O documento foi assinado pelo Delegado Geral da Polícia Civil, Ronaldo Gomes de Morais. 

A previsão é que o delegado Marcio Delgado, da Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Deicor), chegue ainda nesta semana, a Caicó, para dar andamento às investigações. 

No início do mês de fevereiro o promotor Criminal de Caicó, Geraldo Rufino, afirmou que a investigação da morte de F. Gomes estava sem delegado e paralisada. O promotr alega que o caso foi reaberto pelo fato da polícia ter descoberto apenas quem foi o autor dos disparos que matou o radialista na noite do dia 18 de outubro de 2010. Segundo ele, a questão reside no fato de não existirem provas suficientes para afirmar que Valdir Souza do Nascimento, que encontra-se preso seja o mandante do crime. 

Para Geraldo Rufino, as evidências apresentadas na investigação não comprovam a ligação entre ele e João Francisco dos Santos, o Dão, autor dos disparos. "O suposto envolvimento entre os dois se baseou em mensagens de celular trocadas entre Valdir e um preso de Parnamirim, mas essas evidências se mostraram muito frágeis. Por essa razão, pedi que o caso fosse reaberto para que sejam feitas novas investigações para identificar os verdadeiros mandantes do crime", afirmou Geraldo Rufino.
Execução 

F. Gomes foi morto com três tiros, enquanto estava na frente de sua casa, no bairro Paraíba, e foi abordado por dois homens em uma moto. Um deles teria sacado uma arma e atirou contra o jornalista, que morreu no local. João Francisco dos Santos, o Dão, 24, confessou o assassinato e encontra-se no Presídio Provisório Raimundo Nonato, Zona Norte de Natal. 

Com informações do blog de Sidney Silva

0 Comentário - Deixe seu Comentário: